sábado, 8 de março de 2008

Foderosas

Em homenagem ao dia internacional da mulher to postando uma mini biografia de uma das mulheres mais famosas e poderosas do mundo: Silvia Sant

Iniciou sua carreira em desfiles de moda íntima no final do ano de 1994, na cidade de Praga, ingressando no cinema pornô a convite de uma amiga. No entanto, outros dizem que Silvia ingressou no mundo pornô depois que seu namorado na época a inscreveu em um concurso para participar de uma producão americana chamada "Lee Nover: Search For The Perfect Breasts". E logo após vieram outros filmes como: "High Society", "Swank", "Cheri" e "Club International". Segundo alguns, Silvia atingiu o ápice na carreira de atriz pornô em 1996 se tornando "Penthouse Girl".
Sua marca registrada é uma mancha que possui na bunda, sendo uma das atrizes mais bem pagas no meio pornográfico. Realizou diversos tipos de cenas, tais como sexo interracial, lesbianismo, sexo anal, e uma única cena de gang bang, onde uma mulher faz sexo com diversos homens ao mesmo tempo.
Teve inúmeros trabalhos pela Private, incluindo um de seus principais filmes: The Private Life of Silvia Saint, onde relatou que não gosta de cenas de gang bang e do chamado sexo extremo, o qual nunca praticou, ao menos em filmes. Após anos de trabalho, engravidou e afastou-se do mercado de filmes pornôs temporariamente. Retornou ao "pornô" logo em seguida, a princípio apenas produzindo filmes, mas logo retornou a atuar em filmes, o que continua fazendo.
Seus primeiros filmes são datados de 1995, mas foi no ano de 1997 que ela adentrou no cinema pornô de forma mais contundente e profissional. Realizou até o ano de 2006 por volta de 200 filmes (excluindo coletâneas).
É considerada por muitos a última grande estrela da indústria pornográfica, e tal fato se deve principalmente a enorme quantidade de filmes sendo produzidos anualmente na Europa e Estados Unidos, além do aumento de atores e atrizes pornográficos no mundo inteiro, o que inviabiliza o surgimento de novas estrelas tão notórias como Silvia Saint.


I love Silvia Sant!!

Um comentário:

Sil disse...

tinha que ser minha xará mesmo...